terça-feira, 29 de setembro de 2009

Análise da música "Zé Ninguém" da banda Biquini Cavadão

Análise da música "Zé Ninguém" da banda Biquini Cavadão




Zé Ninguém
Biquini Cavadão

Quem foi que disse que amar é sofrer?
Quem foi que disse que Deus é brasileiro,
Que existe ordem e progresso,
Enquanto a zona corre solta no congresso?
Quem foi que disse que a justiça tarda mas não falha?
Que se eu não for um bom menino, Deus vai castigar!
Os dias passam lentos
Aos meses seguem os aumentos
Cada dia eu levo um tiro
Que sai pela culatra
Eu não sou ministro, eu não sou magnata
Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes
Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes
Quem foi que disse que os homens nascem iguais?
Quem foi que disse que dinheiro não traz felicidade?
Se tudo aqui acaba em samba, no país da corda bamba, querem me derrubar!!
Quem foi que disse que os homens não podem chorar?
Quem foi que disse que a vida começa aos quarenta?
A minha acabou faz tempo, agora entendo por que ....
Cada dia eu levo um tiro
Que sai pela culatra
Eu não sou ministro, eu não sou magnata
Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes (4X)
Os dias passam lentos
Os dias passam lentos
Cada dia eu levo um tiro
Cada dia eu levo um tiro
Eu não sou ministro, eu não sou magnata
Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes...


Composta no ínicio da década de 1990 essa música permanece atual uma vez que ainda hoje quase vinte anos após o lançamento da canção ainda assistimos estupefátos ao grassamento da corrupção política, a concentração de renda, o descaso das autoridades constituídas para com os menos favorecidos.
O eu-lírico da canção encarna um típico brasileiro da classe baixa que encontra-se desacreditado com o futuro, não apenas com o seu próprio futuro, mas com o futuro da nação como um todo. Descredito com a atuação do Congresso Nacional e com a morosidade e conformismo da justiça brasileira e até mesmo sua crença em Deus encontra-se abalada diante do contexto social em que vive.


Candidato Zé Ninguém.
"Os dias passam lentos/Aos meses seguem os aumentos/Cada dia eu levo um tiro/Que sai pela culatra/Eu não sou ministro, eu não sou magnata/Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém/Aqui embaixo, as leis são diferentes/Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém/Aqui embaixo, as leis são diferentes", nesse trecho da música os compositores apresentam um panorama do Brasil daquele período com a inflação galopante, a desigualdade econômica e os desmantos dos políticos corruptos em nosso país.




Charge satirizando a situação política e social do Brasil na atualidade.





O contexto histórico em que a música foi escrita é a do início da última década do século XX, onde o Brasil vivia a expectativa da consolidação definitiva da democracia em nosso país, com a aprovação da Constituição de 1988, a "constituição cidadã" como designou Ulysses Guimarães. Vivia-se também uma expectativa sobre o governo de Fernando Collor, eleito democraticamente em 1989. O governo Collor foi marcado pelo início do neoliberalismo e da globalização econômica em nosso país. Outro ponto marcante de sua administração foram os planos econômicos que visavam conter a inflação galopante e estabilizar a nossa moeda.

A corrupção e o famoso esquema PC foi outro ponto relevantemente negativo do governo Collor o que acabou por conduzí-lo ao processo de impechment depois de ampla participação da juventude brasileiro em um movimento conhecido como "caras pintadas".

5 comentários:

  1. Biquini Cavadão... sou fã...
    No Rock Nacional há muitas letras boas falando sobre política e o sentimento nacional relativo a isso...

    Gosto muito de "Vossa Excelência" dos Titãs
    e "Que país é este?" do Legião...

    o seu blog tá show

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito da banda Biquini Cavadão, e amo a música "Zé Ninguém" pois esta traz uma excelente crítica do quadro político brasileiro.

    Seu blog está Demais!

    ResponderExcluir
  3. Valeu aí amigão, obrigado pelo elogio e volte sempre! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. GOSTEI
    WWW.MAISELEMENTAR.BLOGSPOT.COM.BR

    ResponderExcluir
  5. Vendo essa postagem hoje dia 2/5/2016 percebo que está mais atual que nunca : Aqui em baixo as leis são diferentes !!!! Muito trist :'(

    ResponderExcluir