sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Conheça as principais características do período democrático populista


  Aprenda mais sobre a República democrática populista no Brasil (1946-1964)

Conheça as principais características do período democrático populista.
 
Orientação de estudos sobre o fenômeno político do Populismo

1. (Fuvest) "(...) é fenômeno das regiões atingidas pela intensificação do processo de urbanização. Estabelece suas raízes mais fortes em São Paulo, região de mais intenso desenvolvimento industrial no país (...) é, no essencial, a exaltação do poder público; é o próprio Estado colocando-se através do líder, em contato direto com os indivíduos reunidos na massa. (...) A massa se volta para o Estado e espera dele o sol ou a chuva ou seja, entrega-se de mãos atadas aos interesses dominantes."

Este texto de F. Weffort:
a) faz considerações sobre o coronelismo no Brasil.
b) caracteriza a política brasileira pós-64.
c) descreve uma forma de dominação política que emergiu com a revolução constitucionalista de 1932.
d) caracteriza a forma de poder oligárquico na República Velha.
e) trata do populismo no Brasil.


resposta:[E]

2. (Fuvest) No que consistiu o fenômeno do populismo na história política brasileira, depois de 1945?


resposta:
 Populismo do ponto de vista histórico significa conjunto de movimentos políticos que se propuseram colocar, no centro de toda ação política, o povo enquanto massa em oposição aos mecanismos de representação próprios da democracia representativa. Os principais líderes populistas latino-americanos foram: Getúlio Vargas, Juan Domingo Perón e Victor Paz.

3. (Unitau) O colapso do populismo no Brasil se deveu a vários fatores:
I - O vertiginoso crescimento das forças populares e o radicalismo de seus movimentos não se deixavam controlar como antes.
II - As classes trabalhadoras rurais saíam da sua secular letargia e se organizavam para lutar por reforma agrária e pela posse da terra.
III - As classes empresariais sentiam que o Estado populista perdera a eficácia e a autoridade.
IV - O capital internacional se indispôs com Jango devido à restrição da remessa de lucros.
V - A continuidade do ritmo de industrialização dependia de mais empréstimos externos e de uma política de controle da natalidade.

a) As afirmações I, II e III estão corretas.
b) As afirmações I, III e V estão corretas.
c) As afirmações II e V estão erradas.
d) A afirmação V está errada.
e) Todas as afirmações estão corretas.

resposta:[D]

4. (Fuvest-GV) Que se entende pela expressão "populismo" do ponto de vista histórico? Mencione três líderes populistas latino-americanos.


resposta:
Populismo do ponto de vista histórico significa conjunto de movimentos políticos que se propuseram colocar, no centro de toda ação política, o povo enquanto massa em oposição aos mecanismos de representação próprios da democracia representativa. Os principais líderes populistas latino-americanos foram: Getúlio Vargas, Juan DOmingo Perón e Victor Paz.


5. (Fatec) "O populismo manifesta-se já no fim da ditadura e permanecerá uma constante no processo político até 1964."
(Francisco Weffort, O POPULISMO NO BRASIL)

O fenômeno político conhecido sob o nome de "populismo" no Brasil e na América Latina caracteriza-se:
a) como fenômeno político desvinculado do processo de urbanização e industrialização.
b) como um poder político das massas e suas reivindicações.
c) por movimento de massas sem lideranças carismáticas.
d) por grupos políticos identificados exclusivamente com as elites econômicas.
e) como um estilo de governo sempre sensível às pressões populares, principalmente as rurais.


resposta:[B]


6. (Ufmg) Nos governos latino-americanos caracterizados como populistas, "... os humilhados e ofendidos, os homens simples, ou LOS OLVIDADOS no sistema oligárquico, adquirem alguns direitos". Esses direitos expressam o limite da participação política desses homens trabalhadores nas lutas relativas tanto aos problemas de classe quanto às questões nacionais.
a) DEFINA Populismo.
b) IDENTIFIQUE os direitos adquiridos pelos trabalhadores nos governos populistas latino-americanos.
c) EXPLIQUE por que, apesar dos direitos adquiridos, os trabalhadores encontraram limitações à sua participação política nos governos populistas.


resposta:


a) Política estatal de manipulação das aspirações populares.
b) A legislação trabalhista e a sindicalização.
c) Porque os sindicatos eram atrelados ao governo e a oposição reprimida.

7. (Uel) O populismo no Brasil, do ponto de vista da camada dirigente, pode ser caracterizado como
a) o estabelecimento de alianças entre os operários e camponeses no plano de representação política urbana e rural.
b) a forma assumida pelo Estado para dar conta dos anseios populares e, simultaneamente, elaborar mecanismos de seu controle.
c) uma política de clientelismo onde o coronel monopoliza a liderança política regional.
d) um movimento de representatividade das elites intelectuais locais.
e) o compadrismo entre os partidos políticos que buscavam estabelecer coligações.


resposta:[B]

8. (Fatec) O período compreendido entre a Redemocratização de 1945 e o início das "aberturas democráticas" pelo ex-presidente Ernesto Geisel apresentou diferentes momentos com relação às políticas econômicas adotadas. Assim, podemos dizer que:
a) João Goulart tentou, durante seu governo, retomar o crescimento econômico do Brasil com o Plano Salte (que visava ao pagamento de nossa dívida externa e o combate à inflação), o que lhe daria amplo apoio dos grupos financeiros internacionais.
b) No governo de Jânio Quadros, o apelo nacionalista de grande impacto sobre a classe média urbana levou ao desenvolvimento da capacidade produtiva dos setores ligados à energia e aos combustíveis, sendo exemplo disso a fundação da Petrobrás.
c) Juscelino Kubitschek, com seu Plano de Metas, possibilitou o desenvolvimento industrial em função de um vigoroso monopólio nacional dos chamados setores de ponta de nossa economia e, para tal, obteve forte apoio da burguesia nacional.
d) O período compreendido entre 1970 e 1973 representou o apogeu do conhecido "milagre brasileiro", que se baseava no investimento de capitais estrangeiros, na participação do Estado nos chamados setores básicos e na expansão do sistema de crédito ao consumidor.
e) O populismo do governo de Getúlio Vargas tentou orientar a política econômica no sentido de favorecer as classes agrárias, que constituíram o segmento político mais expressivo naquele momento.


resposta:[D]

9. (Cesgranrio) O conceito de Populismo, utilizado para definir a política brasileira entre os anos de 1930 e 1960, pode ser associado à (ao):
a) subordinação de todos os setores sociais aos interesses da burguesia industrial.
b) participação da sociedade civil organizada nos órgãos do Estado.
c) manutenção da oligarquia agrária no centro da vida política.
d) controle das estruturas de poder pelas camadas populares.
e) estado de compromisso entre as oligarquias tradicionais.


resposta:[E]

10. (Puccamp) "O populismo foi (...) a expressão política do desenvolvimento do pólo dinâmico da economia - do setor agrário para o urbano -, através do processo de desenvolvimento industrial, em grande parte impulsionado pela revolução de 1930. No plano social, tais transformações econômicas implicaram a emergência das classes populares urbanas (...). Chama-se de populismo, nesse contexto, a forma de manifestação das insatisfações da massa popular urbana e, ao mesmo tempo, o seu reconhecimento e (...) manipulação pelo Estado." O populismo, ao qual o texto se refere, é o que caracterizou
a) o Estado Novo, em que as classes populares atingiram um alto grau de autonomia e participação no processo político.
b) predominantemente a política desenvolvimentista adotada durante o governo de Juscelino Kubitschek.
c) o descontentamento popular que levou à renúncia do presidente Jânio Quadros em 1961.
d) o período da história repúblicana do Brasil que vai da ditadura Vargas ao golpe militar de 1964.
e) a inexistência de conflitos entre os vários segmentos sociais no modelo de Estado do período de 1954 a 1964.


resposta:[D]

11. (Ufu) Para alguns autores, a emergência do populismo na política brasileira está relacionada com a situação de transição da chamada sociedade tradicional para a sociedade moderna, capitalista, urbana e industrial. Assinale a alternativa correta.
a) Como fenômeno político exclusivo do Brasil, o populismo tem suas raízes no processo de redemocratização iniciado com a queda de Getúlio Vargas em 1945. Para se manter no poder, o governo Dutra buscou o apoio das populações rurais.
b) O Estado populista procurava conquistar e manter uma base de apoio político nas populações urbanas, sendo sensível às pressões populares. Por outro lado, procurava manipular e conduzir as aspirações populares, aparecendo como um Estado mediador.
c) No contexto da democracia liberal deste período, o Estado populista se abstinha de intervir na economia e nas relações de trabalho entre padrões e empregados. A mediação entre as aspirações populares e o Estado era feita pela aplicação direta das leis.
d) O autoritarismo, como característica do populismo a desmobilização das manifestações políticas das classes médias e populares, levando-as à apatia e à despolitização.
e) Com o apoio dado pelo Estado populista, os trabalhadores conseguiram desenvolver e consolidar uma expressão política autônoma nas suas relações com a burguesia industrial e com o próprio Estado.


resposta:[B]

12. (Uff) Segundo alguns especialistas, o populismo foi um fenômeno político ímpar na história recente do Brasil, sendo definido como manipulação das massas populares por líderes carismáticos. No entanto, há autores que consideram tal visão pouco elucidativa do fenômeno porque, em verdade:
a) O populismo teve vida efêmera na história política do país no século atual.
b) O populismo não deve ser visto como a manipulação das massas urbanas e rurais no Brasil recente.
c) O populismo é um fenômeno político que permanece inalterado no processo eleitoral brasileiro.
d) Populismo e pacto social são um mesmo fenômeno político.
e) O populismo implicou o reconhecimento da presença das massas no cenário político nacional.


resposta:[E]

13. (Pucpr) A emergência do populismo na vida política da América Latina data da década de 1930, durando até os anos 60/70 do século XX, quando se evidencia a falência do modelo. A respeito do tema, assinale a única alternativa INCORRETA:
a) Os governos populistas desenvolveram extensa legislação trabalhista, de cunho paternalista, buscando o controle do movimento operário por meio de concessões periódicas.
b) Os governos populistas desenvolviam uma retórica antiimperialista e faziam apelos nacionalistas.
c) O "culto da personalidade" dos chefes dos governos populistas era desenvolvido por intensa propaganda.
d) Os governos populistas tiveram origem, foram mantidos e eram expressões políticas das oligarquias rurais, que no Brasil eram representadas regionalmente pelo Coronelismo.
e) As intervenções militares, a exemplo do Brasil, em 1964, serviram para liquidar com os governos populistas na América Latina.


resposta:[D]

14. (Mackenzie) Dentre os fatores responsáveis pelo colapso do populismo e a queda do governo Goulart através do Golpe de 1964, apontamos:
a) o esgotamento do modelo populista e a polarização ideológica, desencadeando a reação dos segmentos conservadores.
b) a ausência total de um dispositivo sindical que apoiasse o governo Goulart.
c) as reformas de base que geraram a reação das camadas populares, retirando o apoio ao Presidente Goulart.
d) o sucesso econômico do Plano Trienal, embora resultasse na insatisfação dos setores populistas em virtudes dos sacrifícios impostos ao país.
e) o descontentamento dos militares de baixa patente, reprimidos em suas reivindicações pelo governo.


resposta:[A]

15. (FGV) Foram características do populismo no Brasil:
a) hegemonia das massas populares, no governo federal, em associação aos industriais, promovendo o aparecimento de lideranças populistas.
b) soberania plena e completa autonomia do Estado brasileiro frente todos os setores sociais.
c) inclusão de setores populares no processo político e a aparente identificação entre Estado e presidente da República.
d) atuação do Estado nacional brasileiro como árbitro dos conflitos internacionais.
e) ausência de laços entre o chefe do Estado e os interesses particulares dos diversos setores sociais.


resposta:[C]

16. (Pucmg) O Populismo no Brasil, iniciado após a Revolução de 1930, termina com:
a) a promulgação da Constituição Federal em 1946.
b) o suicídio de Getúlio Vargas em 1954.
c) a renúncia de Jânio Quadros em 1961.
d) o movimento civil-militar em 1964.


resposta:[D]

17. (Ufsm) "No populismo, o principal motor e instrumento, o povo, é entendido como uma realidade homogênea, sem qualquer especificidade classista (...) o conceito de povo não é racionalizado, predominando sempre a emotividade. Isso possibilita, muitas vezes, a associação do populismo ao nacionalismo, bem como a existência de líderes carismáticos."
AZEVEDO, A. "Dicionário de nomes, termos e conceitos históricos". 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997. p. 331.

A partir desse conceito, pode-se dizer que Getúlio Vargas, em sua atuação de 1930-45,
a) inaugurou o populismo no Brasil como prática que desmobilizou politicamente a população apesar de buscar atender às suas necessidades mais imediatas.
b) contradiz o conceito, porque valorizou a organização popular e incentivou as manifestações dos diversos grupos da sociedade brasileira.
c) organizou o populismo através das atividades de diversos grupos, estimulando a unidade nacional a favor das nações européias.
d) atendeu ao populismo porque priorizou os interesses dos cafeicultores como grupo que assumiria o poder pós-1930, aproveitando a proximidade que esse grupo tinha com a população.
e) não foi um populista porque concedeu favores a determinadas classes, em detrimento de outras.


resposta:[A]

18. (Uerj) O populismo brasileiro surge sob o comando de Vargas e os políticos a ele associados. Desde 1930, pouco a pouco, vai-se estruturando esse novo movimento político. Ao lado das medidas concretas, desenvolveu-se a ideologia e a linguagem do populismo.
(IANNI, Otávio. In: MOTA, Myriam Becho e BRAICK, Patrícia Ramos. "História: das cavernas ao Terceiro Milênio". São Paulo: Moderna, 1997.)

Duas ações representativas do populismo varguista estão apontadas em:
a) implantação de organizações econômicas e redistribuição de terras aos camponeses
b) estatização das indústrias de bens de capital e limitação dos investimentos estrangeiros
c) modernização das estruturas econômicas e concessão de direitos aos trabalhadores urbanos
d) adoção de discurso antiimperialista e estímulo ao alistamento contra a ingerência norte-americana


resposta:[C]

19. (Cftmg) O "Populismo" pode ser definido como a
a) política de manipulação das camadas sociais trabalhadoras urbanas pelos detentores do poder, que se utilizaram de promessas de atendimento parcial das reivindicações dessas camadas.
b) política segundo a qual certos países limitam a soberania e a independência política, econômica e cultural de outros.
c) crença numa figura redentora que, através de uma revolução, destruirá a ordem existente, maléfica e injusta, inaugurando uma nova ordem de justiça e felicidade.
d) crença na planificação da economia por uma comissão central estatal, visando ao bem da coletividade e não ao lucro.


resposta:[A]

20. (Cftmg) O Populismo, aspecto marcante da vida política brasileira de 1945 e 1964, teve, como características
I - o propósito de controle e manipulação do eleitorado urbano de massas.
II - a mobilização dos trabalhadores nas lutas pela industrialização e acumulação do capital, apresentadas com objetivos nacionalistas.
III - a aliança entre industriais e trabalhadores urbanos, pelos seus interesses complementares, contra as forças retrógradas representadas pelo setor agrário.
IV - busca de uma aliança política entre os diversos setores da nação, que se revelou frágil, desfazendo-se freqüentemente em benefício das classes dominantes.
V - propósitos de desmistificar o cunho personalista da política brasileira, sensibilizando o eleitorado exclusivamente através de programas de metas.

Estão corretas as afirmativas
a) I, II e III
b) I e III
c) I, II e IV
d) III e V


resposta:[C]


21. (Cftmg) No Brasil, o fenômeno político do Populismo (1945-1964) pode ser caracterizado como
a) a expressão política do deslocamento do pólo dinâmico da economia do setor urbano para o agrário, através do desenvolvimento da agricultura de exportação.
b) um estilo de governo sensível às pressões populares, mas com uma política de massas cujas aspirações procura conduzir e manipular.
c) uma mudança de posição do povo, saindo da condição de espectador e, chegando ao centro de decisões do Estado, tornando-o, assim, popular.
d) uma política intervencionista, preocupada em garantir as reservas de mercado com base na lei da oferta e da procura.


resposta:[B]

22. (Cftmg) O Populismo no Brasil
a) buscou realizar uma integração harmônica entre o desenvolvimento dos setores urbano e rural.
b) teve como base de apoio típica as camadas médias urbanas beneficiadas pela política de criação de empregos.
c) sofreu uma oposição sistemática da burguesia nacional por ter facilitado a entrada das empresas multinacionais no País.
d) enfatizou a relação direta entre a cúpula do Estado e as massas populares, mediada pelo desempenho político de um líder carismático.


resposta:[D]

23. (Cftmg) NÃO é correto afirmar, sobre o Populismo no Brasil, que
a) as Reformas de Base, de cunho esquerdista, fundamentaram a política do governo de João Goulart.
b) o alargamento do mercado interno contribuiu para a adesão da burguesia industrial ao Pacto Social estabelecido.
c) o papel estabilizador do Estado evitou a ruptura com a sociedade agrária tradicional, garantindo a terra para o trabalhador do campo.
d) o governo Vargas, entre 1951-1954, procurou consolidar sua aproximação com as massas, adotando o aumento da política do salário mínimo.


resposta:[C]

24. (Cftpr) Considerando o período da História do Brasil situado entre 1946 e 1964, é correto afirmar que:
I) A estrutura política brasileira, no populismo, afastou-se do modelo tradicional de democracia, na medida em que o Estado procurava manter as massas populares sob seu controle.
II) Esse período expressa a crise vivida pelo governo militar, especialmente do general Médici, que desencadeou a reorganização política, baseada no pluripartidarismo.
III) O período em questão foi marcado mais por algumas lideranças carismáticas do que propriamente por partidos fortes e representativos.

Analise as proposições anteriores e assinale a alternativa correta:
a) apenas a proposição I está correta.
b) apenas a proposição II está correta.
c) apenas a proposição III está correta.
d) apenas as proposições I e II estão corretas.
e) apenas as proposições I e III estão corretas.


resposta:[E]

25. (Uel) Sobre o populismo, é correto afirmar:
a) A devolução das terras da Igreja Católica e a indenização das famílias dos presos políticos se constituem em algumas das medidas usuais no século XX na América Latina que foram idealizadas no governo populista de Juan Domingo Perón.
b) Ao analisarmos o período denominado populista, no Brasil, dois aspectos são relevantes: o primeiro diz respeito às demissões de professores universitários contrários ao regime; e o segundo; à ausência do Estado para arbitrar o conflito entre a classe operária e os patrões.
c) O regime populista, no Brasil, configurou-se em uma resposta ao militarismo, uma vez que a sociedade havia perdido o direito às liberdades políticas, de imprensa e de expressão artística.
d) O populismo, expresso através do fortalecimento do poder legislativo, caracterizou-se como um movimento da burguesia para controlar a remessa de lucros do capital nacional ao exterior, que era feito através da compra de ações de empresas estrangeiras.
e) O populismo constitui-se em um movimento político que se configurou em uma forma de administração estatal. Esteve presente em vários países latino-americanos, como no México com Lázaro Cárdenas, na Argentina com Juan Domingo Perón e no Brasil com Getúlio Vargas.


resposta:[E]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário