quinta-feira, 7 de abril de 2011

Confira as avaliações de História do Brasil (1º bimestre) segunda chamada

AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA – SEGUNDA CHAMADA


PRIMEIRO ANO



1. A charge que abaixo se refere a uma das características da exploração do pau-brasil.



NOVAES Carlos Eduardo, LOBO César - História do Brasil para principiantes –- Editora Ática – São Paulo – p.40



A charge que abaixo se refere a uma das características da exploração do pau-brasil.

A característica da exploração do pau-brasil retratada na charge é:


a) O pau-brasil era monopólio da Coroa Portuguesa.

b) O comércio do pau-brasil era feito através do escambo.

c) O governo português cobrava 1/5 do valor do pau-brasil extraído.

d) As feitorias serviam para armazenar o pau-brasil.



resposta da questão 1:


[B]



A mão de obra utilizada na extração do pau-brasil foi a indígena por meio do sistema de escambo, ou seja, a troca do trabalho por objetos de pouco valor como quinquilharias que encantavam os indígenas.




2. Leia o texto abaixo e responda as questões.


O engenho, na festa das doze horas da moagem. O povo miserável da bagaceira compunha um poema na servidão: o mestre de açúcar pedindo fogo para a boca da fornalha, o ruído compassado das talhadeiras no mel quente espumando. E no pé da moenda:

Tomba cana negro,

Eu já tombei.

.....................

O engenho de Massangana

Faz três anos que não mói.

Ainda ontem plantei cana,

Faz três anos que não mói.

Os carros de bois gemendo nos eixo de pau – d’arco, os cambiteiros tangendo os burros com o chicote finindo, e e ô, dos carreiros para os Labareda e os Medalha, mansinhos. Os moleques trepados nas mesas dos carros, aprendendo a carrear com os mestres carreiros. Tudo nessa labuta melancólica do engenho moendo.


(REGO, José Lins do. Menino de engenho, p . 102-3.)


a) Identifique no texto lido duas características da plantation açucareira.

Resposta da questão 2:


Resposta: Monocultura, produção voltada para o mercado externo, uso de mão de obra escrava.



b) Identifique no texto lido a importância da pecuária na plantation açucareira.

Resposta da questão 2:

Resposta: O gado era usado nos engenhos para transportar a cana de açúcar até as moendas e movimentá-las.


3. Leia o texto abaixo e responda as questões.

“(...) A prática da comercialização de negros começou, em Portugal, no século XV, Em 1444, o navegador Gil Eanes, que dez anos antes havia ultrapassado o Cabo do Bojador, levou para lá uma carga de duzentos indivíduos, entre pretos retintos e outros clareados, pela mistura com sangue árabe ou berbere. A partir daí, cresceu o número de aventureiros envolvidos no transporte e na comercialização de sucessivos lotes de africanos escravizados.

O comércio europeu de gente negra começou portanto, antes da descoberta do Brasil, como uma espécie de subproduto da exploração marítima da costa ocidental africana pelos capitães que o infante D. Henrique despachava do seu promontório de Sagres.(...)


Antonio Rosério, Revista Nossa História, 02/2004, p . 63.



No Brasil o escravo indígena foi substituído pelo africano. APRESENTE um argumento histórico que justifique tal substituição.

Resposta da questão 3:


Resposta: Diante da possibilidade de lucros gerados pelo tráfico negreiro, a Coroa Portuguesa proibiu a escravização do índio e fez com que se generalizasse a adoção de mão-de-obra escrava negra nas grandes unidades produtoras de açúcar.


APRESENTE dois argumentos usados pelos portugueses para convencer os colonos a substituir o índio pelo negro nas atividades econômicas coloniais.

Resposta da questão 3:


Resposta: · Defendia a idéia de que o negro era melhor trabalhador que o índio e que ainda , o índio era mais rebelde que o negro. · Defendiam a idéia, com apoio dos jesuítas, de que índio tinha alma, portanto não poderia ser escravizado. Quanto aos negros, podiam ser escravizado, sem correr o risco de cometer um pecado.


4. (PITÁGORAS) Observe a charge.





Fonte: NOVAES, Carlos E. LOBO, César. História do Brasil para principiantes. São Paulo: Ática. 2003, p. 15.


Leia as afirmativas abaixo a respeito das atividades econômicas no período colonial brasileiro.


I. A atividade açucareira colonial se estruturou no sistema de Plantation: grande propriedade monocultora e escravista.

II. A primeira riqueza explorada pelo europeu em terras brasileiras foi o pau-brasil, comumente utilizado para tingir tecidos.

III. A pecuária foi uma importante atividade econômica. Além de garantir lucros com a exportação para a Europa, contribuiu para o desbravamento o interior da colônia.

IV. As expedições portuguesas, conhecidas como bandeiras, desbravaram o sertão de Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás onde foram encontradas as minas de ouro, aumentando consideravelmente a arrecadação real.


Está (ão) INCORRETA(S):


a) I e II

b) III e IV

c) Apenas a III

d) I e IV

e) Apenas a II


Resposta da questão 4:


[C]


A pecuária era uma atividade complementar e paralela à econômia açucareira e sua produção visava o abastecimento do mercado interno.


5. Leia o texto a seguir.





O açúcar


O açúcar foi o mais importante produto colonial brasileiro. Ele era fabricado principalmente nos engenhos da Bahia e de Pernambuco. (...) Foram os árabes que apresentaram o açúcar aos mercadores medievais. (...) O produto era raro e caro, saboreado apenas pelos ricos. (...) Foi exatamente por causa dele que os portugueses resolveram colonizar o Brasil.


História Crítica – Mário Schmidt – 6ª Série - Editora Nova Geração – 1999 – SP – p. 220 e 221



Assinale a única alternativa INCORRETA sobre a produção de açúcar no Brasil-Colônia:


a) Os holandeses financiavam, transportavam, refinavam e revendiam o açúcar do Brasil na Europa.

b) A produção açucareira era, na sua maior parte, destinada ao comércio interno.

c) A atividade açucareira era monocultora, baseada no trabalho escravo e utilizando grandes latifúndios.

d) A sociedade açucareira foi patriarcal, ou seja, a autoridade do senhor de engenho era absoluta.


Resposta da questão 5:

[B]


A produção do açúcar visava o consumo externo. A maior parte da produção açucareira da América Portuguesa era exportada para a Europa.




Questão desafio


Observe a charge e responda as questões.




“Estamos dando um exemplo de democracia para o mundo! Este país mal é descoberto e já temos eleições!”


NOVAES, Carlos Eduardo & LOBO, César. História do Brasil para principiantes. São Paulo, Ática, 2003. P. 53.



No Brasil colônia, os membros das Câmaras Municipais eram escolhidos apenas entre os “homens bons”.

a) DEFINA quem eram os chamados “homens bons” no período colonial.

resposta da questão desafio:

Resposta: Os homens bons eram obrigatoriamente brancos e deveriam ocupar um lugar privilegiado na sociedade local, como por exemplo os proprietários de terras.


b) Apesar de existir eleições no Brasil Colônia, nem todos podiam votar.

DEFINA quem estava excluído do direito de voto.

resposta da questão desafio:


Resposta: Estavam excluídos do direito de voto: os índios, os negros, os mulatos, os mestiços de todo ordem, os trabalhadores rurais, os que exerciam ofícios mecânicos e seus auxiliares e as mulheres.



c) “Criadas como órgão de colaboração da Coroa, com raríssimas exceções, as Câmaras Municipais se apresentaram como obstáculos para o poder real.”



EXPLIQUE a frase acima.

resposta da questão desafio:

Resposta: Atendendo aos interesses da classe dominante colonial, as Câmaras Municipais assumiam posições autonomistas, passando por cima das autoridades portuguesas e desobedecendo as leis impostas pela Coroa na Colônia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário